Os Sete Sacramentos

    Sacramento significa, para a grande maioria das confissões cristãs, como um sinal ou um gesto divino instituído por Jesus Cristo

    São sete os sacramentos adotados pela Igreja Católica: batismo, confirmação do batismo (ou crisma), confissão (ou penitência), eucaristia, ordem (sacerdotal), matrimônio e unção dos enfermos. Para os católicos, os sacramentos são sinais nos quais, por sinais sensíveis, a graça de Deus em Cristo é representada, selada e aplicada aos crentes, que, por sua vez, expressam a fé e obediência a Deus. Estes sinais são muito importantes para a salvação de cada crente e marcam as várias fases de vida espiritual e religiosa do crente.

    Segundo o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica, "os sacramentos são sinais eficazes da graça, instituídos por Cristo e confiados à Igreja, mediante os quais nos é concedida a vida divina"(n. 224). "Os sacramentos não apenas supõem a fé, como também, através das palavras e elementos rituais, a alimentam, fortificam e exprimem. Ao celebrá-los, a Igreja confessa a fé apostólica. Daí o adágio antigo: «lex orandi, lex credendi», isto é, a Igreja crê no que reza" (n. 228).

    O Espírito Santo prepara para a recepção dos sacramentos por meio da Palavra de Deus e da fé, que acolhe a Palavra nos corações bem dispostos. Então, os sacramentos fortalecem e exprimem a fé. O fruto da vida sacramental é, ao mesmo tempo, pessoal e eclesial. Por um lado, este fruto é, para cada crente, uma vida para Deus em Jesus; por outro, é para a Igreja o seu contínuo crescimento na caridade e na sua missão de testemunho.

Sacramentos

 



Baptismo

 


 

Reconciliação

 

Eucaristia

Crisma

 

Matrimónio

 

Unção dos Doentes

 

> Os sacramentos são  gestos de Deus na vida de cada crente, expressando-se simbolica e espiritualmente, por conseguinte, eles são considerados:

  • sinais sagrados, porque exprimem uma realidade sagrada, espiritual;
  • sinais eficazes, porque, além de simbolizarem um certo efeito, produzem-no realmente;
  • sinais da graça, porque transmitem dons diversos da graça divina;
  • sinais da , não somente porque supõem a fé em quem os recebe, mas porque nutrem, robustecem e exprimem a sua fé.

 

> Os Sacranentos, marcam as várias fases importantes de vida cristã do crente, sendo divididos em três categorias:

  • sacramentos da iniciação cristã (batismo, confirmação e eucaristia) que "lançam os alicerces da vida cristã: os fiéis, renascidos pelo Batismo, são fortalecidos pela Confirmação e alimentados pela Eucaristia";
  • sacramentos da cura (penitência e unção dos enfermos);
  • sacramentos ao serviço da comunhão e da missão (ordem e matrimônio).

> Estes sacramentos podem ser também agrupados em apenas duas categorias:

  • os que imprimem permanentemente caráter e deixam uma marca indelével em quem o recebe, e que, por isso, só podem ser ministrados uma vez a cada crente, sendo eles o batismo, o crisma, o matrimónio e a ordem;
  • os que podem ser ministrados reiteradamente.

Paróquia de Carnide © 2012 Todos os direitos reservados. webmaster:JJS

Crie o seu site grátisWebnode