Catequese

 

         A catequese é uma acção eclesial. É a Igreja, no seu todo, que realiza a catequese, cumprindo a sua missão de ser continuadora da missão de Jesus Cristo: levar a Boa Nova a todos os povos. A Igreja, animada pelo Espírito Santo, anuncia, celebra, vive e transmite o Evangelho através da catequese.

        Assim, o catequista não actua em nome próprio, mas em nome da comunidade cristã e, por isso, em nome de toda a Igreja.   Logo, o catequista pode e deve afirmar como São Paulo: “Transmiti-vos, em primeiro lugar, o que eu próprio recebi.” (1Cor 15, 3)

        Nesta dimensão comunitária em que devemos perspectivar a catequese, poderemos afirmar que ela tem início com o baptismo, pedido à Igreja, na maioria das situações, por desejo e iniciativa da família. Por isso, fará pouco sentido falarmos de catequese sem uma participação activa da mesma neste processo de educação da fé. Os membros da família — próxima e alargada —, através do seu exemplo, são os primeiros educadores da fé.

           Em suma, pode-se afirmar que catequese compreende estas três vertentes — família, catequista (e grupo de catequese) e comunidade — que funcionam numa relação de interdependência.

 

Objectivos da catequese

        O objectivo maior da catequese é a transmissão do conteúdo integral da fé e a inserção na vida da comunidade, levando cada criança, adolescente ou jovem não só a um contacto, mas a uma comunhão íntima com Jesus Cristo.

    É dever da catequese (família, catequista e comunidade) educar nas diversas dimensões da fé:

  1.      O conhecimento da fé: a catequese deve conduzir à apreensão de toda a verdade do desígnio de salvação apresentado por Cristo, através compreensão da Sagrada Escritura, do Credo e de outros documentos da fé da Igreja.

  2.     A educação litúrgica: a comunhão com Jesus Cristo leva à celebração da Sua presença nos sacramentos.

  3.     A formação moral: a catequese deve favorecer uma educação que propicie ao catequizando atitudes próprias do cristão.

  4.     Ensinar a rezar: a comunhão com Jesus Cristo leva a que os seus discípulos assumam uma atitude de oração e de contemplação, conseguindo que a vida cristã seja vivida em profundidade.

  5.     Educar para a vida comunitária: a educação para a vida comunitária implica que o catequizando tenha condições para se ir envolvendo de uma forma progressiva na vida da comunidade, assumindo responsabilidades e comprometendo-se com ela.

  6.        A iniciação para a missão: só se adquire a maturidade na fé quando se tem capacidade e necessidade de testemunhar essa mesma fé, nas diversas circunstâncias da vida. A catequese, ao educar para o sentido missionário, capacita os discípulos para a sua missão na sociedade, na vida profissional, cultural e social.

 

 

 

[Volta]

 

Coordenador Geral

Nome: Helena Loureiro

helena.loureiro@netcabo.pt

 

 

Coordenador  1,2 e 3

Nome: a defenir

Contacto:

 

Coordenador  4,5 e 6 

Nome: a defenir

Contacto:

 

 

Coordenador  7,8 e 9

Nome: a defenir

Contacto:

 

 

Coordenador Adolescentes

Nome: a defenir

Contacto:

 

 

Coordenador  Adultos

Nome: José e Catarina Nogueira

Contacto:

 
 

Documentos

Paróquia de Carnide © 2012 Todos os direitos reservados. webmaster:JJS

Crie o seu site grátisWebnode